Oligarquia e Processos de Oligarquização

Ano: 
2010
Resumo: 

O termo “oligarquia” perdeu boa parte de sua utilidade analítica na ciência política em virtude de seu uso pouco rigoroso, tornando-se mais um adjetivo de aplicação subjetivamente orientada do que um conceito instrumentalizável para a pesquisa empírica e a reflexão teórica. Este trabalho visa contribuir para a fixação de um conceito de oligarquia dotado não só de clareza terminológica, mas também – e até por isto mesmo – de serventia para a pesquisa empírica. Para tanto, propõe-se a elaboração de um modelo institucional de análise que permita identificar e explicar processos de oligarquização de organizações particulares da vida social e política, compreendendo sua lógica institucional de modo a entender como a vida coletiva organizada freqüentemente passa a operar de um modo destoante dos princípios de legitimação válidos para determinadas coletividades, capturadas por oligarquias.

Tipo: 
Texto para discussão
AnexosSize
Couto (Oligarquia).pdf598.15 KB