Capacidade Estatal da Burocracia Federal Brasileira, 1988-2012

Coordenadores/Principal Investigator: 
Resumo/Abstract: 
Desde os anos noventa, a literatura sobre a burocracia federal no Brasil tem enfatizado a existência de “ilhas de excelência” ao lado de agências clientelistas e ineficientes. Os dados que apoiam esta divisão, no entanto, são antigos e demasiadamente qualitativos. Esta pesquisa mobiliza dois tipos de indicadores, sobre a autonomia e a capacidade das agências brasileiras, para verificar, em primeiro lugar, se o argumento das “ilhas de excelência” se sustenta atualmente; em segundo lugar, para investigar a possível influência da capacidade burocrática no desempenho substantivo das diferentes agências.
 
Ano de Conclusão/Year of Conclusion: 
2014
Co-pesquisadores principais/Co-Principal Investigators: 

Katherine Bersch (University of Austin)
Matthew Taylor (American University)

Co-assistentes de pesquisa: 
Maíra Pontin (USP)
Ana Carolina Nunes (USP)
Rafael Papadopoli (UFABC)
Ver as publicações desta pesquisa

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede